QUAL DIFERENÇA  UVA, UVB e UVC

QUAL DIFERENÇA UVA, UVB e UVC

Radiação Solar

Com diferentes comprimentos de onda compreende-se os raios gama da luz solar, os raios X, o ultravioleta(UV),o infravermelho(IV),as micro-ondas e as ondas de rádio, sendo que a luz visível corresponde a uma ínfima parte deste espectro.

O infravermelho (IV, 700-2000nm)e térmica e provoca menos reações químicas(forma de perda de energia de certos ativos de protetores solares de ação química).

De 700 a 1500nm comprimentos de onda podem atravessar completamente a pele, dependendo da espessura e cor.

Ultravioleta(UV,100-280)é a radiação mais energética emitida pelo sol capaz de atingir a superfície terrestre .A radiação UV é dividida em UVA(320-400nm);e UVB(280-320nm)e UVC(100-280nm).

A radiação UVA é a que mais ficamos expostos sendo responsável por danos mais leves e crônicos. Caracteriza-se por ser um fraco indutor de eritema (pele avermelhada),por apresentar fraca ação bactericida ,ser pigmentógena e por ser responsável tanto pelo bronzeado imediato, quanto pelo tardio.(é menos perigoso comparado com UVB e UVC).

O UVB e UVA eles atinge a terra e a camada mais profunda da pele, fracamente cancinogênico, é capaz de induzir o envelhecimento precoce da pele.

O UVB é predominante entre 10 e 14 horas e provoca de 800-100 vezes mais de eritema que a UVA, é o principal responsável pelos danos agudos como as queimaduras e por ser mais energético, é mais ativo na formação de tumores de pele. Através da radiação solar acumulativo e eventos bioquímicos obtém-se a pele cancinogênese,

Obs.: UVB e responsável pela transformação de ergosterol em vitamina D.

A radiação UVC é a mais energética das três, e é bloqueada na estratosfera pela camada de ozônio, possui ação bactericida, pouco eritematógena e pouco pigmentógena, em contato com a pele produz telangectasias (vasinhos), ressecamento e epitelioma.

Visível (VIS, 400-700nm) com diferentes graus de energia térmica e luminosa tem a capacidade de provocar reações químicas, somente 7 % da energia emitida pelo sol atinge a terra e os 93% são retidos pela atmosfera terrestre).

Obs.: A intensidade da radiação UV depende de fatores como estação do ano, latitude, altitude, poluição, condições atmosféricas e o horário do dia.

Quanto mais o comprimento de onda, maior o grau de penetração da pele. Portanto sendo menos energéticos que o UVB e UVA são capazes de penetrar ate a derme, enquanto que o UVB afeta apenas a epiderme. É bom lembrar que por mais que o UVB não penetre na pele tanto quanto o UVA os seus efeitos deletérios são mais prejudiciais que a UVA.